domingo, novembro 06, 2005

Rex Respublicae

Em aditamento msg ontem enviada, via sms, novamente solicito digníssimo Vintage receba os mais profundamente sentidos parabéns, provenientes desta ocidental e decrépita paragem, que não do seu autor, benza-o Deus Nosso Senhor!
Saudações ora enviadas, extensivas conjuge, e demais familiares, destacando-se a nova estrela Oriente modo mais particular.
Das baboseiras aqui relatadas e que, não as ouvi, mas presumo serem cruas, do poeta-vate-candidato, apenas retratadas pela pena vociferante de ódio e de espuma do Cirrus e completadas pelo comentário néscio dum Scotch já bem gasolinado em estação de serviço à maneira, aqui vai um decidido viva à figura real, único e ineludível reduto dos valores ancestrais a não perder. Qual seja figura real a que me refiro, isso é assunto de investigação da judite, porquanto não se vislumbra fácil, nem tarefa humanamente credível achar-se tal perfil condigno nos horizontes disponíveis da geografia política.
Mas uma coisa eu sei: Viva o Rei! Rei de tudo! Rei da Res. Rex Respublicae. Rexrei!
Abraço a todos

1 comentário:

Scotch disse...

Imagino que os vivas que Soba Mujimbo dá à "figura real" se destinem a qualquer amigalhaço ovibundo ou zulu. Só assim se explica tanto entusiasmo...