sexta-feira, setembro 09, 2005

Ymplosão socrática


A adesão do PM ao circense espectáculo da implosão de Troia é mais um caricato retrato do nosso estado. O Belmirito deu uma dica aos jornais de que iria apoiar o D.Sebastião das Finanças Públicas contra o Defecossaurius barrosensis e logo, presto, o nosso filósofo grego veio de jorro acender o rastilho do Nababo.
Assim se conquistam as "massas" e se faz por esquecer os prometidos Alcáceres Quibires...
A CNN declara no horário nobre: "Cirrus acerta em cheio na identificação da mosntruosa criatura semi-humana ( Pesce Donna) e recebe choruda recompensa. O PR fará entrga do prémio (uma dúzia de garrafas de tinto Carrocel de 2003, da Quinta da Pelada) em cerimónia pública no Palácio de Queluz, com a colaboração da Fanfarra a cavalo da GNR."
Na BBC, o comentador "Scotch" verte sábias palavras sobre a condição feminina.
Na Antena 1, um verrinoso comentador anónimo sugere ignorância de Cirrus no campo da anatomia, bolsando vis insultos sobre uma legítima confusão momentânea entre os membros superiores e os inferiores.
Na generalidade, a imprensa escrita e visionada continua a apontar o dedo à Administração Bush sobre a autoria da calamidade do Katarina. O CIFT( Centro de Investigação de Furacões e Tornados) agência subsidiária da KIA é subliminarmente acusado de ter manipulado as realidades barométricas e higrométricas na região das Caraíbas, tendo falhado na orientação da tormenta que se esperava fosse dirigida para a terra do Libertador castropitecus. Uma fallha no sistema de satélites terá ocasionado um desvio indesejado da trajectória do Katarina ( nome de código Fidelito Mio).
O nome correcto e completo do Balthus é Balthasar Klossowski de Rola, sendo também conhecido no milieu por "Rei dos Gatos"(1908-2001).
Ad Astra.

1 comentário:

Antonio Balbino Caldeira disse...

A implosão simula a implosão do regime... Viva a democracia directa!